Grupo 4, 12º D da Escola Secundária de Vizela
Quinta-feira, 25.02.10

           

 

     A Roda dos Alimentos foi criada pela Faculdade de Ciência da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP), e é uma ferramenta essencial para a educação de uma alimentação saudável. Foi criada em 1977, já na forma circular, mas devido ao avanço dos conhecimentos científicos e às alterações da dieta portuguesa, esta roda teve a necessidade de ser reestruturada.

     A roda dos alimentos é um gráfico circular (associação ao prato vulgarmente utilizado), que ajuda a escolher e a combinar os alimentos que devem fazer parte de uma alimentação equilibrada. Ao contrário das pirâmides, a roda dos alimentos não hierarquiza os alimentos, mas, sim, atribui-lhes a mesma importância. Ela também nos ensina a ter uma alimentação saudável, ou seja, a ter uma alimentação completa, equilibrada e variada.

     É constituída por 7 grupos de diferentes dimensões (os alimentos dos grupos de maiores dimensões devem ser mais consumidos diariamente do que os alimentos de menores dimensões), que nos indicam as proporções de alimentos dos sectores que devem ser ingeridos diariamente:

           Cereais e Derivados, Tubérculos - 28% (4-11 porções)

           Hortícolas - 23% (3-5 porções)

           Fruta - 20% (3-5 porções)

           Lacticínios - 18% (2-3 porções)

           Carnes, pescados e aves - 5% (1,5 - 4,5 porções)

           Leguminosas - 4% (1-2 porções)

           Gorduras e óleos - 2% (1-3 porções)

     Dentro de cada grupo os alimentos são nutricionalmente semelhantes e devem ser alternados uns pelos outros de modo a variar. Cada grupo tem funções e características nutricionais específicas, pelo que, na alimentação diária, devem estar presentes alimentos de todos os grupos e estes não devem ser substituídos entre si. 

     A água aparece no centro da roda dos alimentos, mas não tem um grupo próprio, pois está representada em todos os grupos, uma vez que faz parte de todos os alimentos. Aparece no centro da roda dos alimentos pois é essencial à vida, por isso, deve ser consumida em abundância, entre 1,5 a 3 litros por dia.

     A roda dos alimentos indica quantas porções de alimentos de cada grupo devemos ingerir por dia. Mas as necessidades energéticas individuais variam com o género, idade, peso, nível de actividade física, estilo de vida e metabolismo, ou seja, são diferentes de individuo para individuo. As crianças de 1 a 3 anos devem ingerir o limite inferior das porções; homens activos e rapazes adolescentes devem ingerir os limites superiores; a restante população deve ingerir valores intermédios.  

publicado por Alimentação e Saúde às 19:28 | link do post | comentar | adicionar aos favoritos
Ana a 15 de Março de 2010 às 22:53
O blog esta muito giro:D
Parabens esta muito bem feito
Antes de mais queria dizer que aprendi bastante com este blog
fiquei mais informada em varios aspectos
Parabens e continuem com o blog . .
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
O Porquê da existência deste Blog?
Pertencemos à Escola Secundária de Caldas de Vizela, e, no âmbito da disciplina de área de projecto, sendo um grupo de futuras enfermeiras preocupamo-nos com a Saúde de toda a comunidade. As pessoas praticam muitos erros alimentares, e a sua saúde anda muito delibitada e sentem um mal-estar constante, recorrendo, logo, ao uso de fármacos para tratar esse mal-estar. Pois o que vimos aqui fazer é alertar toda a comunidade que muitos dos mal-estares comuns do nosso dia-a-dia devem-se a erros de prática alimentar, e que com melhores hábitos alimentares, ingerindo alimentos mais saudáveis, podendo riscar esses mal-estares tão incomodativos com quem nos deparamos diariamente.
pesquisar neste blog
 
arquivos
2010
Posts mais comentados